Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Secretários de Estado avaliam avanços no projeto RS Gás

Publicação:

04201251 49810 GDO
Reunião debateu melhorias no Programa RS Gás

Uma reunião entre secretários de estado para tratar dos avanços no Programa Gaúcho de Incentivo à Geração e Utilização de Biometano- RS Gás, foi realizada na segunda-feira, 4, na sala de reuniões da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão - SPGG. O RS Gás é um projeto do governo gaúcho que busca estimular a criação da cadeia produtiva do biometano como forma de estimular e promover o desenvolvimento regional. Quatro etapas foram elencadas para atração de investidores ao projeto: ambiental, financeira, poder de compra e incentivos fiscais.

De acordo com a Secretária de Minas e Energia, Susana Kakuta, outros estados da federação, como Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina, já estão trabalhando com esta fonte natural de energia em estágio avançado. Ela avalia que o RS Gás já avançou muito, especialmente na questão ambiental, mas ainda precisa de avanços na questão de incentivos fiscais.

O Secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Evandro Fontana, vislumbra um futuro promissor para a indústria de maquinários. “Incentivar o setor da indústria que irá produzir os equipamentos para usinas de biometano é pensar no futuro” projetou. O RS Gás também pretende promover o destino correto dos resíduos orgânicos provenientes da agricultura, além de diminuir a dependência do abastecimento de gás natural ao Rio Grande do Sul, que hoje necessita do gás boliviano e que chega na região pelo gasoduto Bolívia-Brasil (Gasbol).

Também participaram do encontro a Secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini e o Secretário do Planejamento, Governança e Gestão, Josué Barbosa.

Secretaria de Minas e Energia