Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Concluído último ciclo de monitoramento dos eixos Econômico e de Infraestrutura e Ambiente

Publicação:

27121917 1571669 GDO
Governador José Ivo Sartori participou da reunião na Sala de Governança da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão - Foto: Dyessica Abadi/Palácio Piratini

Foi finalizado na manhã da terça-feira, 27, na Sala de Governança da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), o quarto e último ciclo de monitoramento dos Eixos Econômico e Infraestrutura e Ambiente do Acordo de Resultados.

A reunião, coordenada pelo governador José Ivo Sartori e pelo secretário de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), Josué Barbosa, envolveu as secretarias de Minas e Energia e as vinculadas CEEE, Sulgás e CRM; da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel); do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect) e as vinculadas Badesul, BRDE, Fapergs, UERGS e JucisRS; do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Ceasa e Emater; da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi) e Irga.

No que se refere ao monitoramento da Secretaria de Minas e Energia e as respectivas vinculadas, pertencente ao Eixo Infraestrutura e Ambiente, monitorou-se o projeto prioritário da CEEE que trata do Programa Integrado de Combate às Perdas Globais e Recuperação de Receita. Além desse, outros 50 entregáveis (26% concluídos, 20% estão dentro da meta e 24% com projeção para atingir) e 22 indicadores, cujos 72,7% estão dentro da meta estabelecida com projeção de mais 13,6% até o dezembro também foram verificados.

No acompanhamento do Eixo Econômico, a rede de governança monitorou seis projetos prioritários, 197 entregáveis (25,89% concluídos, 31,47% estão dentro da meta e 20,81% com projeção para atingir até dezembro de 2018) e 70 indicadores, cujos 65,7% estão dentro da meta estabelecida, com projeção de 75% até o final do ano.

Dentre os projetos prioritários da Sdect, foram monitorados o que trata do fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais (APL), tendo 32 convênios ativos; os projetos de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e Inovação; e o de Extensão Produtiva e Inovação.

Da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), foram verificados os projetos que versam sobre o apoio e desenvolvimento da infraestrutura rural; o fomento ao desenvolvimento rural sustentável; e o programa Mais Água (Sistemas Agrícolas Produtivos), da Seapi.

Na ocasião, o governador José Ivo Sartori ressaltou a transversalidade empenhada pelos servidores, por meio do Acordo de Resultados, nas áreas do planejamento, governança e gestão. “Os servidores, por contribuírem na construção desse processo de gestão, estão deixando um grande legado não só para o futuro do Estado, mas principalmente para quem necessita do serviço público”, destacou.

Quem participou

Participaram da reunião o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Tarcísio Minetto; a secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect) e de Minas e Energia, Susana Kakuta; o diretor da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel), Abdon Barreto Filho; a coordenadora de gestão da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), Janice Wallau Luchsinger; a diretora-presidente do Badesul, Jeanette Halmenschlager Lontra; o diretor-presidente da Fapergs, Odir Antônio Dellagostin; o gerente de operações do BRDE, Paulo Raffin; o reitor da UERGS, Leonardo Beroldt; o vice-presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços (JucisRS), Itacir Amauri Flores; o diretor-presidente da Ceasa, Ernesto da Cruz Teixeira; o presidente da Emater, Iberê de Mesquita Orsi; o diretor técnico do Irga, Maurício Fischer; o diretor-presidente da Sulgás, Rafael Pezela; o diretor-presidente da CRM, Aldo Meneguzi; o presidente da CEEE, Urbano Schmitt; a adjunta da SPGG e diretora do Departamento de Monitoramento de Resultados (DMR), Melissa Custódio; demais diretores da SPGG, titulares e representantes das secretarias e vinculadas.

Texto: Gustavo Rech Ascom/SPGG
Edição: André Malinoski/Secom

Secretaria de Minas e Energia